Casos de dengue em MG aumentam e Vigilância Epidemiológica de Cabo Verde alerta a população

Em 2019, até o dia 21 de janeiro, foram registrados 4.112 casos prováveis de dengue no Estado, segundo o Ministério da Saúde, o vírus da dengue é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti e causa doença febril aguda. Na maioria dos casos, os sintomas são leves e autolimitados. Contudo, uma pequena parcela dos infectados evolui para doença grave.

De acordo com o Guarda Chefe de Endêmias em Cabo Verde Renatto Duarte Breves, foram encontrados em Cabo Verde 63 focos do mosquito Aedes aegypti só em Janeiro de 2019 , Renatto confirma que a maioria dos focos foram encontradas na região central da cidade.

Outra preocupação é com pessoas que estão se passando por agentes, por isso veja a lista e a foto dos agentes autorizados ( funcionários da prefeitura de Cabo Verde) para fazer o serviço de verificação de focos na cidade:

Nomes: Jurandir Batista de Freitas(Di)

Marcelo Augusto Morais e Lima(Marcelinho)

Vitor Silvio de Oliveira(Silvinho)

Bruno da Silva Mendes ( Billy)

Confira a foto dos agentes:

Terrenos Sujos

Um fato que contribui para a propagação do mosquito é a questão de terrenos baldio, na cidade muitos moradores reclamam do assunto, existe uma lei a Lei Complementar N 5 de 22/12/1998- Código Tributário Municipal e Toma outras Providências que permite que a Prefeitura limpe os terrenos e depois cobre o valor no IPTU do proprietário, basta levar a reclamação ao setor de vigilância informando o Endereço e Número da rua correto se possível com uma foto feita do local. Será mantido sigilo.

Por : Cabo Verde Notícias

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.